06:28:00
0


Aqui no blog estamos constantemente falando sobre Segurança da Informação, e em diversas postagens pode-ser perceber que seu melhor aliado é o backup.

O que não podemos nos esquecer, é que o dispositivo em que gravamos nossos dados também tem um ciclo de vida. Imagine você perder seu backup? kkk, #ÉPICFAIL

Os fabricantes divulgam as estimativas de tempo de vida de produtos, baseados em experimentos de envelhecimento acelerado, e para isso basicamente manipulam a temperatura e umidade do ar.

Um estudo realizado pelo Laboratório de Informação Tecnológica do Instituto Nacional de Padrão e 
Tecnologia dos EUA, mostrou os tempos de duração desses dispositivos, porém você tem que ter cuidado a interpretação que você dará a estes resultados.Eu já tive CDs com programas gravados e não duraram nem 5 anos, emboloraram, riscaram, etc. Culpa totalmente minha, pois o tempo de vida foi reduzido a meus cuidados, ou seja, não usei com cuidado para não riscar, guardei as vezes na mochila e depois tomei sol, chuva, frio, etc. Tudo isso influencia no tempo de vida.

CD-R, DVD-R e DVD+R têm expectativa de vida de 100 a 200 anos ou mais nas condições recomendadas de armazenamento.

CD-RW, DVD-RW, DVD + RW e DVD-RAM têm expectativa de vida de 25 anos ou mais.

A expectativa de vida do CD-ROM e do DVD-ROM varia entre 20 e 100 anos.
A variação é tão grande porque não existem muitas informações na indústria sobre esses dispositivos, diz o Laboratório.

O PEN-DRIVE é medido não por tempo, mas pela quantidade de uso. Em média, ele pode durar até 10 anos se você usar par armazenar fotos, musicas e arquivos que não precisem ser gravados, mas apenas lidos por você.

A pesquisa acima não falou sobre o tempo de vida de HDs e SSDs , e eu não encontrei informação sobre o tempo médio de vida. Encontrei apenas milhares de teorias e fóruns de discussão. Mas pensando em preço, 1GB no HD estava custando cerca de R$ 0,50 (cinquenta centavos), então acho que não deve ser muito tempo não.


Consideração final sobre o tempo de vida:

Pergunta: Ok Robson dos Anjos, mesmo com todas essas variáveis, qual tempo médio você realmente acha que eles duram?
Resposta: Se o conteúdo que eles têm armazenado é importante, eu acho que duram pouco, bem pouco! A lei de Murphy é quem me ensinou isso e por isso faço tanto backup.

Como pode-se perceber, controlar o ambiente em que seus dispositivos de backup estão é muito complicado, por isso não confie em apenas 1 backup. Tenha também o backup do backup e que ele esteja em um local diferente. Considere a adoção de backup nas nuvens.

Um backup dentro de casa pode ser roubado, furtado, quebrado pelo filho, comido pelo cachorro, ou até mesmo queimado em um incêndio ou inundado após chuvas torrenciais.

Há 5 anos atrás, eu perdi um HD externo que simplesmente parou de funcionar de uma hora para outra, por sorte, o conteúdo que ai estava também estava em uma partição de outra computador. Hoje em dia, eu tenho 2 HDs de backup... Infelizmente eu só tenho paciência de atualizar um deles(o HD de 1 Tera)  umas 4 vezes por ano, mas já é algo!

E você leitor do blog, já tem alguma rotina de backup, ou só se preocupa com isso, quando se vê no risco de perder os dados?
Dê vida ao blog, deixe seu scomentario!

Fontes:
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário