07:30:00
0

Quando você acabou de dizer algo a uma pessoa, mas percebe que ela entendeu tudo errado, é culpa sua ou dela?
Eu desenvolvi esse post, porque recentemente ví no facebook do meu amigo a seguinte frase:



A frase é até engraçada, mas temos que tomar cuidado com ela. É sua responsabilidade não só por soltar as palavras boca a fora, mas também por entender como elas serão entregues, ou seja, interpretadas. Uma série de fatores precisam ser levados em consideração quando um canal de comunicação é aberto, como linguagem corporal de quem fala, de quem escuta, ou até mesmo o contexto da conversa.

Vejamos um exemplo.
Imagine que você quer ir a um restaurante, e que você é casado e tem que convencer sua esposa a ir junto. Há no mínimo 3 modos para abordá-la, veja:
  • Se ela já esteve lá e gostou: Vamos voltar naquela belo restaurante essa noite?
  • Se ela já esteve lá e não gostou: Vamos dar àquele restaurante uma nova chance essa noite?
  • Se ela nunca esteve lá: Vamos conferir como é aquele restaurante essa noite?

Levando em consideração esse simples fator, o contexto, você pode aumentar a eficiência da comunicação. É um conceito simples, e não aplica apenas na nossa vida pessoal, aplica-se também na sua vida profissional.

A boa comunicação requer tempo suficiente para entender sua audiência, não tenha pressa.
Há um livro chamado “O corpo fala”, que além de ensinar a fazer leitura corporal, também nos ensina muito sobre comunicação, recomendo a leitura, além de ser bem baratinho e gosto de ler e praticar no dia a dia.


Uma vez eu fiz um curso na empresa em que trabalho, que se chamava "Comunicação para Ação", e isso mudou minha visão completamente, e eu tinha apenas 22 anos. Se algum dia, você tiver oportunidade de fazer algum curso relacionado a comunicação, faça!

Leia mais postagens sobre: 




Fontes:
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário