08:00:00
0


Para quem apenas busca humor, o site do Kibe loco é excelente! Na minha opinião, eles têm a capacidade de oferecer humor com inteligência assim como o CQC.
Em um recente trabalho, eles fizeram uma sátira ao mal atendimento oferecido pelo Spoleto.

A parte 1 do vídeo, foi feita apenas pela equipe do Kibe Loco, mostrando o mal atendimento, e esse vídeo fez tanto sucesso na internet que os empresários por traz do Spoleto resolveram tomar uma decisão digna de aplausos. Eles ao invéz de processar os produtores do vídeos, resolveram assumir que erraram (errar é normal) e como o mesmo humor que os expôs, eles também mostraram o outro lado da moeda contratando a equipe do Kibe Loco para fazer uma nova versão do vídeo.

Duas lições super importantes, eu destaco desse caso.
A primeira delas é que todos nós, profissionais, levamos a imagem de nossa empresa em tudo que fazemos, e é justamente isso que eles mostram.
A segunda delas, é que se todos nós consumidores passarmos a usar as redes sociais para reclamar das empresas e de tudo que está errado nesse nosso país, talvez as empresas nos tratem com mais respeito, ou caso contrário, sua imagem vai se sujar cada vez mais, até o ponto onde isso vai afetar seus consumidores e por sua vez, seu faturamento!

Use seu facebook para protestar, use sites como o http://www.reclameaqui.com.br, não se cale, proteste!
Eu tive problemas com o SAC de uma empresa, e após meu protesto no site reclameaqui, eu tive um suporte super bom, me ligar no celular 4 horas após minha reclamação.

Assistam os vídeos, são muito interessantes,  o primeiro tem cerca de 2 minutos e o segundo pouco mais que 3 minutos.

Vídeo 1 - O Protesto bem humarado







Vídeo 2 - A resposta do Spoleto


Não se cale, proteste!
Só assim, o povo vai mostrar sua força, e assim as empresas e talvez até o governo passe a nos respeitar, pois as redes sociais podem fazer o que nosso povo já fez, e não faz mais, protestos impactantes!

Se você tiver um caso de sucesso de alguma reclamação, comente.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário